domingo, 25 de março de 2018

Udemy - Cursos online de baixo custo

O Udemy (www.udemy.com), fundada em 2010, é uma plataforma que oferece cursos gratuitos ou de baixo custo para todas as pessoas que queiram aprender algo novo. Funcionando como um marketplace, a Udemy permite que alguém partilhe um conhecimento específico com uma comunidade de interesse — e cobre por isso. Em todo o mundo, já são mais de 20 milhões de estudantes e 20.000 instrutores, disponibilizando cerca de 65.000 cursos sobre diversos assuntos, de aulas de piano a escrita, passando por lições de como operar os mais diversos recursos no Excel.

Os instrutores são geralmente pessoas de negócios com experiência real nas disciplinas que ensinam. Eles são capazes de transmitir as aulas com exemplos de fácil compreensão e aplicações reais em ambientes de negócios. Os potenciais compradores de qualquer Curso Online podem facilmente ler os últimos comentários e classificações para tirar suas conclusões. Além disso, muitos cursos têm pré-visualizações de suas aulas para que você possa avaliar o estilo e qualidade de cada instrutor.
O curso online no Udemy pode ser retomado ou revisto quando quiser, é vitalício. Este acesso garante que os alunos tenham a oportunidade de dominar o material, independentemente dos seus horários ou interrupções pessoais.

Existem mais de 100 categorias e subcategorias de Cursos Udemy, que vão desde desenvolvimento web, infraestrutura de TI, Certificações em TI, fotografia, línguas estrangeiras e muito mais. Os Cursos Udemy podem ser curtos, por exemplo, de 30 minutos ou até muitas horas de conteúdo, dependendo da preferência do instrutor. Eles são projetados para ser usado em seu computador ou dispositivos móveis onde você estuda no seu próprio ritmo por tempo indeterminado. Os valores dos cursos geralmente iniciam com um preço a partir de R$ 27,99.

Críticas
Mas há também críticas ao modelo da Udemy. Entre alunos, as principais desvantagens são de que os cursos são introdutórios e não oferecem certificação válida para creditação ou algum tipo de validação acadêmica — algo que a empresa deixa claro. Entre instrutores, há reclamações sobre competição dentro da plataforma, principalmente sobre quais cursos são escolhidos para receber prioridade de buscas e destaque na página inicial. A dependência do “marketing pessoal” para promover os cursos inicialmente também é uma dificuldade para que professores façam crescer sua base de alunos. Há um algoritmo que joga os cursos mais bem avaliados para a página inicial, deixando os menos cotados para trás. No modelo de capitalização, a Udemy fica com 3% do valor do curso caso o professor consiga alunos por si mesmo. Se as aulas forem contratadas pela plataforma, o valor é dividido meio a meio.

Fontes: http://www.marcoandrade.com.br/udemy-cursos-online-brasil-e-confiavel-pros-e-contras/
https://exame.abril.com.br/tecnologia/udemy-a-explosao-dos-cursos-de-programacao-no-brasil/

Nenhum comentário:

Postar um comentário