terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Anunciar no Facebook pode ser furada

 Uma vez eu cheguei a pagar pra promover minha humilde página do blog Sequelanet no Facebook. Foi uma quantia pequena para testar. O resultado foi visível: mais curtidas e até um pouco mais de comentários nos posts do Facebook. Mas ao analisar o tráfego pelo Google Analytics... pouca coisa mudou. Não recebi muitas visitas vindas pelo Facebook, um aumento pouco significativo na verdade. Achei estranho. Conferi as curtidas nos posts: muitos perfis estranhos, não pareciam autênticos. Decidi não fazer aquilo novamente. Até que uma reportagem da revista Superinteressante, em junho de 2015, me revelou o que já tinha notado:

Você não recebe todas as publicações das páginas que você curte
"O Facebook não avisa, mas, quando você curte uma página, na verdade tem uma chance bem pequena de receber as publicações dela. Tudo por causa de uma coisa chamada ”alcance orgânico”. Esse termo mede quantos % das pessoas inscritas numa página recebem os posts que ela publica. Se todas as pessoas recebessem, o alcance seria de 100%. Mas sabe quanto é, na prática? 6,5%. Ou seja: de cada cem pessoas que curtem uma página, apenas seis, em média, recebem o conteúdo postado por ela. Foi o que constatou um estudo feito em 2014 pela empresa EdgeRank Checker, que analisou o alcance de 50 mil posts publicados por mil páginas. E isso é o teto. ”Em muitos casos, a taxa é até menor”, diz Walter Motta, diretor da agência Riot, que produz conteúdo de Facebook para empresas."

Você tem que pagar para que TODOS os curtidores se sua página recebam as publicações
"Só nos primeiros três meses deste ano, o Facebook faturou US$ 3,5 bilhões. E esse dinheiro vem de um lugar: publicidade. Ou seja, as taxas que o Facebook cobra para promover e distribuir posts. Se você criar uma página, e não pagar essas taxas, ele só mandará os seus posts para pouquíssimas pessoas. "

E quando você paga para promover sua página no Facebook, possivelmente as curtidas são de robôs
"Comecei a olhar os perfis das pessoas que tinham curtido, e logo de cara tomei um susto. Normando Júnior! Essa pessoa já tinha curtido uma das minhas páginas anteriores (Inottarag), e também dera like na nova (Sdftyu459868). Era o elo perdido, a chave para tentar entender o que estava acontecendo. O perfil do sujeito dizia que ele trabalhara numa pizzaria em Recife, e trazia uma foto de Normando sentado num banco, todo sorridente – com alguns comentários de amigos (”Só luxaaaaandooo!!”). Mandei uma mensagem perguntando por que ele tinha curtido minhas páginas. Resposta: ”Bruno curto não mais valeu” (sic). Insisti, perguntei se isso significava que, na verdade, ele não curtira minhas páginas (o que poderia ser um indício de fraude). Normando foi ainda mais ambíguo – respondeu apenas com um símbolo de joinha."

CONCLUSÃO
Não acho válido pagar para promover página no Facebook. De nenhuma forma. Bem melhor você receber as curtidas naturalmente, nem que seja uma ou duas curtidas por semana. Receber as curtidas de forma autêntica, pela qualidade do seu produto e/ou serviço.

Fonte: http://super.abril.com.br/comportamento/a-verdade-sobre-os-likes/

Um comentário:

  1. Também já investi em publicidade dentro do facebook. Também cheguei à mesma conclusão : É furada. E mais : Não há transparência alguma no tal sistema de leilões. Isto que dizer que, na prática , eles cobram quanto querem, conforme a conveniência e a necessidade do momento. Pede-se nas entrelinhas para se confiar na idoneidade do Facebook. Mas como confiar no Facebook lembrando que ela começou com um roubo...a história virou até filme.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...