quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

O uso do big data nas redes sociais

 Big Data é o termo que descreve o imenso volume de dados – estruturados e não estruturados – que impactam os negócios no dia a dia. Mas o importante não é a quantidade de dados. E sim o que as empresas fazem com os dados que realmente importam.Vários sites e redes sociais já estão usando a novidade para atingir seus objetivos. Veja agora algumas iniciativas deste tipo:

Encontrar namorados
O OkCupid e outros sites de encontro já usam big data para identificar entre seus usuários cadastrados quais são aqueles que tem a maior chance de formar casais com potencial de dar certo.

Prever fim de namoro
Um algoritmo no Facebook analisou 8,6 bilhões de conexões de 1,3 milhão de usuários do Facebook para aprender a prever quando um namoro está perto do fim.

Evitar suicídios
O Durkheim é um projeto que acompanha redes sociais para detectar palavras e frases que caracterizem o autor como um potencial suicida.

Estipular preços
Nos EUA, sites como o Netflix, lojas, empresas aéreas já usam big data para estipular variações no preço dos produtos e serviços que oferecem

Oferecer filmes
Hoje, o Netflix já usa dados de big data para indicar filmes para os usuários do site de acordo com suas preferências.

Promover Lady Gaga
Troy Carter, empresário da cantora Lady Gaga, é um apaixonado por big data. Não por acaso, a cantora conta com uma rede social própria para seus fãs criada por ele: littlemonsters.com. Um dos objetivos do site é identificar e atender as preferências dos fãs da cantora.

Fontes: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/30-casos-mostram-o-impacto-do-big-data-no-dia-a-dia
http://www.sas.com/pt_br/insights/big-data/what-is-big-data.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...