sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Vídeo da decapitação de James Foley foi armação?

decapitação jornalista americano encenado montagem
Especialistas analisaram o vídeo divulgado pelo grupo jihadista Estado Islâmico no qual o jornalista americano James Foley é decapitado, e perceberam que — ainda que não restem dúvidas sobre a morte do jornalista — partes do vídeo parecem bem ensaiadas, como se tratasse de uma atuação.

A faca
Um dos especialistas estranhou o fato de Foley permanecer sem qualquer sinal de terror no rosto, mesmo no momento em que uma faca é colocada em seu pescoço.
“Quando uma faca se aproxima de seu pescoço, seus joelhos se dobram e seu corpo amolece, no entanto, ele permaneceu ereto. Imagino que a faca usada no vídeo não foi a faca que o matou, e que o vídeo em si tenha sido encenado”, afirmou um dos especialistas ao “International Business Times”.
Após o momento em que o executor se aproxima e começa a cortar a cabeça de Foley, o vídeo tem um corte. A próxima parte mostra a cabeça de Foley já cortada e colocada sobre seu corpo, virado de barriga para baixo. Suas mãos estão algemadas, mas seu tornozelo direito tem feridas que indicam que ele passou mais tempo ajoelhado no chão do que o vídeo mostra. Além disso, a cena final do vídeo traz uma faca diferente ao lado do cadáver de Foley.
“Ele está obviamente morto, mas aquele momento em particular foi encenado, e é por isso que ele não se contorce”, afirmou o especialista.

Microfone
Joe Fields, da Breakthru Productions, um estúdio londrino, notou que o vídeo foi bem produzido, e que o homem mascarado parece estar falando frases bem ensaiadas.  O que chamou a atenção de Fields foi o microfone colocado na roupa de Foley, que se assemelha aos usados nos estúdios de televisão para que o áudio seja gravado sem necessidade de edição ou dublagens.

Sotaque
Todos esses elementos levantam a possibilidade de que o homem mascarado falando com sotaque britânico no vídeo não seja o responsável pela morte de Foley, e sim alguém que assumiu esse papel para a fabricação do vídeo. Paul Kerswill, especialista em linguística da Universidade de Nova York descreveu o sotaque do homem mascarado como “londrino e multicultural”, criado no Leste da capital britânica a partir de pessoas das mais variadas origens. Já a Dr. Claire Hardaker, especialista em linguística da Universidade Lancaster diz ter ouvido um sotaque britânico do sul, provavelmente de Londres, Kent ou Essex.
Peter Neumann, diretor do Centro Internacional de Estudos da Radicalização, da King’s College, em Londres, acredita que o homem com sotaque britânico tenha sido escolhido especificamente pelos militantes para causar mais impacto entre os países ocidentais.
— Isto é algo importante, pois significa uma guinada nas ameaças ao Ocidente — afirmou Neumann. — Eles estão dizendo: “Vamos persegui-los se nos bombardearem”.

Jim foley
"Existem muitas discrepâncias com esse vídeo de Foley que notei. Aqui estão alguns deles logo abaixo:
1) profissionalmente, produziu vídeo (a maioria são em telefones celulares) 
2) a ausência de qualquer ruído de vento ou plano de fundo (como se fosse um palco de som) 
3) o vilão 'Estilo de Hollywood' brega 
4) o terrorista educado com um sotaque britânico distinto 
5) o vídeo está em inglês com legendas em árabe (é normalmente é o oposto) 
6) a atitude muito calma da "vítima" 
7) a atmosfera informal do carrasco e vítima 
8) o desvanece-se de preto, uma vez que eles começaram (isto é a maior estranheza porque eles apresentam sempre a parte mais cruel-ou seja, o ponto dele) 
9) o grupo mais sádico no Oriente faz a decapitação PG-13?
10) a cena do corpo (fotos não são tão convincentes como vídeo) 
11) a atitude calma da "próxima vítima", que supostamente só assisti um amigo se decapitado 
12) o bandido não tinha sangue nele (decapitação é muito bagunçado) 
13) quando o bandido começou a "serrar"-absolutamente sem sangue é visível 
14) a reação dos pais é muito bonito "hum ho, nosso filho morreu "(lembra-me dos pais de Sandy Hook) (Traduzido por Bing)/Analizado por Dan Toth"


BOMBSHELL! James Foley Video a FAKE According to Experts

Seguem as palavras do jornalistas traduzidas no vídeo:

"Apelo aos meus amigos, familiares e entes queridos a se voltar contra os meus verdadeiros assassinos: O governo dos Estados Unidos. O que está para acontecer comigo é apenas um resultado de sua complacência e criminalidade. Uma mensagem para os meus pais, poupe-me um pouco de dignidade e não aceite alguma compensação para a minha morte das mesmas pessoas que efetivamente pregaram o último prego do meu caixão com sua recente campanha aérea no Iraque. Peço a meu irmão John, que é um membro da força aérea dos Estados Unidos, que pense no que você está fazendo, pense sobre a vida que você destrói incluindo os de sua própria família.
Peço-lhe John, pense sobre quem tomou a decisão de bombardear o Iraque recentemente e, para matar aquelas pessoas, quem quer que tenha sido, pense, John: Quem eles realmente mataram? E eles pensam sobre mim ou sobre a nossa família quando tomaram essa decisão? Eu morri naquele dia. Quando seus colegas soltaram as bombas, aquelas pessoas assinaram a minha certidão de óbito.
Eu gostaria de ter mais tempo. Eu gostaria de ter a esperança de liberdade e ver minha família, mais uma vez, mas esse navio já partiu. Apesar de tudo, desejaria não ser um americano."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...