sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Meme Facebook - Página Gina Indelicada


 A página do Facebook “Gina Indelicada” foi o assunto mais comentado deste mês na internet. Em apenas 10 dias, a página “Gina Indelicada” criada no Facebook em 14 de agosto pelo estudante de publicidade Ricck Lopes, virou sucesso absoluto e já ultrapassou 1 milhão de fãs. Na fanpage, internautas enviam perguntas variadas e o personagem responde de maneira rabujenta e engraçadinha. São pérolas como: "Gina, me fala uma parada que você não curte." Ela responde: "Respiratória".


Autor da página

A mente criativa responsável por esse sucesso que já bateu 1,4 milhão de curtidas pertence ao social media Ricck Lopes. O estudante de 19 anos vive em São Paulo e estuda publicidade, mas sua experiência em redes sociais é de longa data. Ele é também é dono do @VouConfessarQue, que bombou no Twitter entre 2010 e 2011.

Empresa Rela Gina


Rela Neto é, como diz seu nome, neto do fundador da empresa, o filho de italianos Alfredo Rela, que, junto com a esposa, Rosa Del Nero Rela, e irmãos, abriu a empresa em 1947.
"Gina era o apelido de minha avô Rosa, dado por seus filhos, que a achavam tão bonita quanto a atriz Gina Lollobrigida", conta Rosângela Rela, diretora da empresa e irmã de Alfredo Neto. "Ela faleceu aos 64 anos, em 1964", acrescenta a executiva. A moça loira da caixinha de palitos é a ex-modelo publicitária paulista Zofia Burk, que na década de 70 fazia comerciais de xampu, maquiagem e sabão em pó. Zofia, de "60 e poucos anos", mora em São Paulo e é uma das 1,2 milhão de pessoas que curtiu o Gina Indelicada.
A família Rela diz que é cedo para falar em aumento de vendas gerado pelo Gina Indelicada. "Mas algumas pessoas me contaram que foram ao supermercado, viram a Gina sorrindo para elas na prateleira e compraram pelo menos uma caixinha", diz Rela Neto.
Os representantes da empresa Rela Gina não tinham gostado muito da ideia da fanpage usando o nome de sua marca e pensaram em processar o estudante, mas logo mudaram de ideia. Em entrevista ao jornal Extra, Alfredo Rela Neto, presidente do conselho administrativo da empresa, declarou que uma ação judicial não acontecerá: “Ficamos muito felizes com a projeção que tivemos e qualquer retaliação está descartada. Estamos abertos, inclusive, para parcerias com investidores para lançarmos produtos novos”, disse à publicação. Feliz com a repercussão da marca como nunca havia acontecido antes na história, o empresário disse ainda que pretende conversar com Lopes pessoalmente, pois o tom de humor criado pelo estudante atrai o público jovem. Neto ainda revelou que a modelo que posou para a foto da Gina atualmente está com 65 anos.


Gina, Kibadora Indelicada



Na noite desta quarta-feira (29), surgiu uma outra página relacionada à personagem, mas com um nome digamos… Peculiar. Gina, Kibadora Indelicada apareceu não com o intuito de promover ainda mais a personagem da caixa de palitos de dentes, mas para provar que grande parte das hilárias respostas era na verdade, cópia de posts retirados principalmente do Twitter.
“Algumas pessoas levam a Internet muito a sério. Não devem, mas copiar a ideia dos outros e dizer que é sua, já é demais”, disse o autor da página em contato com o TechTudo. Sem querer se identificar, ele ainda disse que gostaria que as pessoas valorizassem mais sua capacidade de criar. “Algumas pessoas chamam isso de inveja. Eu chamo de injusto”.
Aparentemente, os flagras ocorreram após o autor observar que muitas pessoas estavam reclamando no Twitter de terem tido suas piadas roubadas pela página da Gina Indelicada. Após uma pesquisa, ficou claro que, realmente, vários posts feitos por usuários diversos foram praticamente replicados pelo perfil.
Segundo o autor da denúncia, o autor de Gina Indelicada ainda fez uso de um site chamado favstar.fm, que agrega alguns dos tweets mais populares, recolhendo ali algumas das piadas usadas na página. Porém, basta fazer uma busca simples no próprio Twitter para descobrir a origem de algumas das respostas publicadas na página original. Na verdade, esta foi uma das maiores armas durante a denúncia de plágio.

Várias imagens mostrando as respostas dadas por Gina, ao lado das mensagens originais do Twitter, estão disponíveis na página “Gina, Kibadora Indelicada”. Na verdade, isso deu início a uma verdadeira caça às bruxas. Após a denúncia, inúmeros outros usuários passaram a também procurar pela fonte das piadas publicadas pelo perfil original da Gina Indelicada. Com isso, as provas só foram aumentando, deixando o autor da brincadeira contra a parede. Mas qual seria a justificativa para todo este roubo de ideias?
Segundo o estudante de publicidade Ricck Lopes, responsável pela “Gina Indelicada”, a culpa na verdade é de outra pessoa. Recentemente ele afirmou ter pago um funcionário para postar no Facebook as piadas, e não sabia que na verdade elas eram cópias de posts feitos por outras pessoas no Twitter. A revelação foi feita na própria rede de microblogs, em resposta a um de seus fãs, dizendo que ele apenas cuidou da parte de criação e estratégia da página. Porém, não foi isso que o próprio Ricck disse recentemente.

Ao ser questionado durante uma recente entrevista sobre sua intenção de recompilar piadas disponíveis na Internet, a resposta foi negativa. “Não é uma questão de compilar. Acho que tudo hoje em dia se reinventa, e não acho nada demais a piada tomar uma forma diferente do que ela tinha e bombar nas redes sociais”. A declaração deixa ainda mais dúvidas. Afinal, a intenção desde sempre era realmente “adaptar” piadas alheias, ou isso foi ou não culpa de um funcionário contratado?
Independente da resposta, a página “Gina, Kibadora Indelicada” vem angariando um número cada vez maior de fãs, desde a sua criação. Até o fechamento desta matéria, a página contava com pelo menos 17.300 participantes, número que não para de crescer. Enquanto isso, resta saber se a imagem de “kibadora”, termo usado na Internet para alguém que costuma roubas ideias alheias, irá ou não prejudicar o reinado de Gina no Facebook. Mas uma coisa é certa: roubar a ideia alheia é algo, no mínimo, indelicado.

Fontes: www.techtudo.com.br - virgula.uol.com.br - noticias.r7.com - estadao.br.msn.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...