sábado, 31 de julho de 2010

16 anúncios ofensivos e proibidos de circulação

Estes 16 anúncios, alguns considerados ofensivos, chocantes e até perturbadores foram banidos de circulação em jornais, revistas e outdoors...


Este anúncio da Dolce & Gabbana foi altamente criticada por insinuar estupro em gangue .


Anúncio banido por encorajar bebida de cerveja entre os jovens.



Anúncio para um show da TV irlandesa na rede TG4 .



Barnardo's : "Não há colheres de prata para as crianças nascidas na pobreza".


Este anúncio de preservativos Durex, mostra camisinhas cheias dispostas a formar a palavra "roger more".


Agência Shackleton criou estes anúncio sangrento e controverso.


Esta campanha da organização francesa de anti-tabagismo Droits des Non Fumeurs, compara o tabagismo entre as adolescentes forçadas a fazer sexo oral. A campanha na verdade estava tentando fazer uma analogia da natureza submissa dessas duas coisas. As imagens mostram adolescentes de joelhos chupando câncer de pênis (!), como que a contragosto a fazer sexo oral.


É considerado o anúncio mais polêmico entre os gamers, acordo com o site GamePro.


Campanha publicitária chocante da agência TBWA de Paris.



Este anúncio controverso tinha o slogan "O tsunami matou 100 vezes mais pessoas do que 11/09" . O planeta é brutalmente poderoso. Respeite-o. Preserve-o ". Segundo algumas fontes , o WWF não tinha comissão deste anúncio . A WWF chamou o anúncio de "ofensivo e de mau gosto". The World Wildlife Fund alegou que não tinha autorizado o anúncio. " Mas segundo a agência que criou a campanha, a WWF autorizou sim o anúncio.


Campanha da Slim Fast. Anúncio rejeitado - motivo: Preconceito contra pessoas gordas.


Este anúncio controverso para BMW , afirma: " Você sabe que não é o primeiro", provoca -nos com a idéia de correr em um luxuoso automóvel "virgem" alemão.


O anúncio da AshleyMadison.com foi rejeitada pela NFL. Ashley Madison oferece seus serviços de correspondência para pessoas casadas que procuram ter um caso ilícito. Em 2009, a empresa tentou inserir a campanha impressa em um comercial do Superbow. O anúncio mostra uma mulher suada com um top minúsculo , em uma postura sugestiva e perguntando " O que você vai fazer depois do jogo?".


No anúncio: "Foie Gras, comida para sadistas". Sadista é a pessoa que comete atos de sadismo.


The Body Shop é uma empresa americana. O anúncio diz que "Existem 3 bilhões de mulheres que não se parecem com supermodelos e apenas 8 que parecem." A Mattel processou a empresa por dizer que atinge a imagem da boneca Barbie e causar a impressão anti-Barbie.


O subterrâneo de Londres baniu uma campanha publicitária da casa de apostas Paddy Power, por exibir um homem que parece estar amamentando um bebê. O cartaz , que usa o slogan "Onde todas as mulheres foram?", foi proibido por motivos de que ele tinha "o potencial de ofender a decência pública ".

Crédito: oddee.com

9 comentários:

  1. só o dos bebês que é estranho.

    ResponderExcluir
  2. nossa
    bem forte os anuncios
    sem duvida nao podem exibir hehe
    bjos
    leticia

    http://novalexandrianet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. manero o post....propagandas diferentes...!

    http://vauneiguimaraes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Caramba, tem umas que são bem ofensivas, mas a que eu ri demais foi a do noivo com a noiva gorda afundada no bolo ! hahaha, muito boa, ótimo blog quero parceria :D

    www.gabrieltododia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. gostei do anuncio da foca, acho que deveria sim ser publicado!

    ResponderExcluir
  6. "...Sadista é a pessoa que comete atos de sadismo..." ah tá...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...